Quer saber como fazer para classificar seu conteúdo na primeira página do Google!
Se tratando de SEO, é possível. Mas as perguntas e respostas são muitas

Muitos assuntos respondem a essa pergunta, vários artigos circulam pela internet em relação a técnicas de SEO, falam sobre mudanças constantes dos algoritmos de busca e que fazer para melhorar para a audiência.

Faça tudo direito, faça tudo bem feito, faça para seus leitores.

De certo ponto, as coisas são bastante simples. Para chegar do nunca fui visto até o para sempre na primeira página do Google é o que todo mundo quer. Certo?

Você bem posicionado é tudo que o Google quer. E isso pode ser resumido em poucas palavras:

Tudo o que for melhor para o usuário é melhor para o Google; isso é o que o Google vai colocar no topo.

Tudo o que for melhor para o usuário é melhor para o Google

Existem hacks e táticas que podem tentar enganar o Google e empurrar uma página para o topo dos mecanismos, mas essas táticas nunca duram muito tempo; o Google sempre descobre e acaba trazendo mais malefícios do que benefícios para as páginas.

Lembrando, o que for melhor para o usuário é melhor para o Google; isso é o que o Google vai colocar no topo. Isso significa que a chave para entender como classificar suas páginas é entender o que exatamente o Google define como o que é melhor para seus usuários.

Algumas soluções sobre como criar conteúdos para o Google e para as pessoas que ambos vão amar.

Então vamos à uma varredura detalhada de uma página que tem as melhores chances de ser bem classificados nas primeiras páginas do Google para a sua palavra-chave.

O que é mais relevante para o SEO

Quando um usuário faz uma busca na pesquisa, o Google quer oferecer a melhor solução possível ou resposta a essa consulta. Assim, ele irá listar as páginas que são mais relevantes.

Para determinar a relevância, o Google escaneia uma página em busca de palavras-chave e de qua forma as palavras-chave estão distribuídas em toda a página.

Então, se o Google determinar que sua página tem as melhores keywords no título, no corpo, na descrição e também nas imagens, pode-se chegar à conclusão de que sua página é sem sombra de dúvidas, umas das páginas que merecem estar entre as melhores.

Levando em conta esses conceitos importantes para um SEO on-page. Você já está a um passo a frente dos outros sites:

  • Palavra-chave no título H1 da página.
  • Palavra-chave exata é mencionado no primeiro parágrafo do conteúdo e em alguns lugares a mais no texto.
  • Não deve haver nenhuma palavra-chave de enchimento ou repetições desnecessárias.
  • Palavra-chave deve estar presente nas tags alt das imagens.
  • Palavra-chave deve ser usada na meta descrição.
  • E em mais pontos estratégicos se necessário.

É preciso pensar antes de começar a publicar o seu conteúdo!

Outra coisa que deve ser feita para melhor o SEO on-page é nomear as imagens de forma adequada com as palavras-chave nos nomes dos arquivos mesmo antes de enviá-las à sua biblioteca de mídias.

A razão para isso é que o Google vai checar todas as suas imagens para analisar e buscar os melhores conteúdos para os resultados dos seus usuários.

Portanto, você deve usar suas imagens para dar ao Google mais um indício de que ele deve classificar sua página, em vez das dos seus potenciais concorrentes.

Um exemplo  : caso você tenha uma página que fale sobre aulas de Jiu-Jitsu brasileiro, você deve nomear sua imagem como: jiu-jitsu-brasileiro.jpg.ou o-melhor-jiu-jitsu-brasileiro.jpg.

Toda a essência da construção de relevância é dar ao Google muitas razões para determinar que sua página corresponde exatamente a intenção de busca do usuário, fazendo com que sua página se torne o mais relevante possível para a consulta em questão, portanto, informar que sua página é digna das primeiras posições no SERPs.

O que é mais relevante para o SEO

O que é mais valioso para o SEO

Um bom ranqueamento requer tempo, o que significa que você tem que focar no esforço e agregar valor a sua página, esse é apenas passo de uma longa caminhada.

Não espere ganhos imediatos. Um dos maiores erros em SEO, é esperar um retorno imediato. Ainda mais se tratando de SEO orgânico.

Valor – a chave para o topo. Não se trata de atalho, é como se você construísse uma base sólida para todos os seus esforços de marketing de conteúdo.

Segue como fazê-lo:

  • Crie conteúdos originais – Certifique-se de que você não tenha conteúdos duplicados de outras páginas na internet. A duplicidade de conteúdo é prejudicial para um bom ranqueamento e pode até resultar em uma penalidade do Google.
    Dê o melhor de si para chegar ao topo. crie algo que não de a entender como copiado ou que use muitos trechos inspirados de outras fontes.
  • Leitura agradável – Escreva conteúdos legíveis para seus leitores, nada de encher seu conteúdo de palavras-chave. Isso tornará mais difícil o entendimento e agrega menos valor ao seu conteúdo, além de prejudicar a sua classificação.
    Certifique-se de que seu conteúdo não foi escrito intencionalmente para o Google, mas também para humanos.
  • Entregue o que os leitores procuram e lhes ensine algo – Já foi dito sobre a importância de otimizar seu conteúdo com base nas pesquisas. Agora, passar o conteúdo exato que eles procuram, também é a chave mestre. Passe conhecimento, valor e entregue o que procuram da forma mais clara possível.
  • Conteúdos  longos tendem a ter um melhor desempenho para o SEO – Geralmente o tema que fala sobre:  páginas longas são mais bem vistas pelo Google. Aderem o tema que textos com 400 palavras ou menos, não trazem tantos benefícios à página além de não agregar valor.
    E é bem provável  que não auxiliem no bom posicionamento da página. Conforme pesquisa realizada pela Backlinko (inglês), as páginas mais listadas na primeira página do Google, tem em média 1.890 palavras. Essa teoria prova que conteúdos que contenham entre 1000 a 3000 palavras são mais bem posicionadas.
  • Formatando o texto – Assim como as informações contidas nos textos precisam de atenção, a formatação do conteúdo e sua hierarquia também precisam ser bem elaboradas, para proporcionar assim uma boa leitura.
    Então faça bom uso de listas, ancoras e subtítulos, eles são indispensáveis.
    Para um artigo de 1.000 palavras em média, deve ter cerca de 4 subtítulos no mínimo. Para artigos mais longos, é recomendo a criação de uma lista de ancoras para as áreas do conteúdo. Facilitando assim a navegação dos usuários pelo conteúdo da sua página. Como benefício, o link ancora pode aumentar o valor do conteúdo da sua página.
  • Descanso visuais – Para que a leitura não fique maçante. Quebrar o gelo com uma imagens faz todo sentido.
    Não abusando e usando imagens relevantes ao seu conteúdo. Atrativos visuais complementar seu texto e não substituí-lo.
  • Links externos – É altamente recomendado se conectar a links de qualidade, a conteúdos que sejam relevantes ao seu, que agreguem valor e não páginas de baixa qualidade, páginas classificadas como spam, etc..
  • Links internos – Links para outros artigos do seu site, que façam sentido e que auxiliem ao leitor, complementando o assunto proposto no seu tema principal.
    Além disso, você pode tentar vincular a suas páginas com foco em assuntos semelhantes, pense numa estrutura de links ao criar seus conteúdos, isso irá te ajudá-lo a mapear melhor o seu conteúdo.

 

O que é mais abrangente

Outra maneira de mostrar ao Google que sua página aborda um tema de forma abrangente. É o uso de palavras-chave otimizar em forma de sinônimos.

Pode-se usar palavras relevantes, Como sinônimos, o Google também leva em conta os sinônimos para determinar a relevância de uma página.
E a palavra-chave principal relacionada aos sinônimos ajudam a expandir o tópico original.

O que é mais autoritário

Sabemos que esta é uma parte de maior repercussão, onde se busca por backlinks.
Um dos pilares do SEO, tanto para os SEOs iniciantes quanto os especialistas travam uma árdua batalha para que sites de alta relevância criem links ligados a você, quanto maior for a quantidades de backlinks e quanto maior for a relevância dos sites, maior será sua pontuação de autoridade.

No entanto, o mais importante é pensar sobre a qualidade dos backlinks e não sua quantidade.

Faça mais com menos

Se você tem uma página na qual sua qualidade é boa, você pode começar a implementar estratégias para obter backlinks.

Não há como negar, diversas coisas mudaram no Google ao longo dos últimos anos.

Nada é da forma que costumava ser, mesmo ouvindo diversas pessoas falando coisas sobre  os backlinks a serem uma das únicas coisa necessária. Nada afirma isso.

há mais de 200 razões na qual o Google pode classificar uma página e não as outras nos seus resultados de pesquisa, confiar apenas em Backlinks já não é uma coisa tão sábia assim.

Na verdade, mesmo que você faça um excelente trabalho de SEO na página é praticamente inútil, até mesmo conseguindo vários backlinks, isso vai depender é claro, do seu nicho, que varia de segmento para segmento.

O foco no conteúdo é um dos principais fatores

  • Ter um permalink URL relevante.
  • Usar um nome de domínio apropriado.
  • Garantir que o conteúdo está sendo usado na categoria certa.
  • Usar uma estrutura de categorias e subcategorias apropriadas para o tema abordado.
  • As páginas mais importantes do seu site são linkadas por outras páginas relevantes.

Pense em criar um ambiente para um SEO de sucesso, onde cada elemento é como um bloco de encaixe que contribui para a construção de uma página, para que ela chegue até o topo das buscas do Google.

Vale também

  • Otimizar um post já publicado. Isso pode ser um posto inteiramente. Uma página que você já criou há tempos e quer re-otimizar para alvejar uma palavra-chave específica.
  • Reeditar a meta-descrição para uma que as pessoas não resistirão a clicar sobre ela.
  • Analisar links internos nos artigos mais antigos.

Levando em conta também o quão rápido seu site carrega, se o layout é de fácil navegação, se sua página é amigável em dispositivos móveis; tudo isso pode ter grande impacto no ranking da sua página também.

E por fim. Foque nos seus objetivos.

Levar em conta a plataforma + conteúdo + nicho.

De uma forma ou de outra, tudo está conectado, relacionado.

Sei que foram muitas as informações, mas espero que tenha dado para ver uma luz no fim do túnel, um caminho mais claro para que você possa seguir de forma a classificar sua página nas primeiras posições da primeira página do Google, e subir cada vez mais.

Caso tenham gostado não deixem de comentar 🙂