7 lições da Apple sobre Conteúdo Web

7 lições da Apple sobre Conteúdo Web

As 7 lições de hoje sobre Conteúdo Web irão te ajudar a persuadir os clientes para comprar. Essas lições funcionam mesmo se você pensa que seus produtos são tediosos. Produtos tediosos não existem.

7 lições da Apple sobre Conteúdo Web

Lição 1: Escreva para “escaneadores”

Você sabe como os usuários da web leem?

Eles normalmente não o fazem. O texto é “escaneado”, não lido.

De acordo com uma pesquisa da Jakob Nielsen, apenas 16% dos usuários testados leem um texto palavra por palavra; 79% escaneiam uma página por meio de frases destacadas e palavras-chave.

E como se escreve para os escaneadores? Os redatores da Apple seguem essas 3 regras:

Regra 1: Use os títulos em fontes gigantes para destacar uma grande ideia:

Ex.: MacBook Pro with Retina display. The world’s highest resolution notebook.

Regra 2: Seduza os escaneadores com subtítulos a cada dois ou três parágrafos, ou ainda antes de cada parágrafo. Deixe-os curiosos.

Ex.: Why you’ll love an iPad.

Regra 3: Siga o princípio da pirâmide invertida.

Comece um parágrafo com o ponto mais importante, seguido por pontos menos importantes. Assim, quando os escaneadores leem apenas a primeira frase de cada parágrafo, eles ainda serão impactados pelas principais mensagens. Isto também vale para a ordem dos parágrafos – coloque o mais importante primeiro.

Lição 2 – Escreva para leitores, também

Os subtítulos sedutores da Apple instiga os escaneadores a parar de passar os olhos pela página e começar a ler.

E o texto é pensado de forma a tornar a leitura a mais fácil possível:

  • Parágrafos curtos. Sinta-se livre para usar parágrafos de uma única frase, de vez em quando.
  • Frases curtas. Quer começar uma frase com “Mas”, “E”, ou “Porque”? Sem problema! Isto ajuda a manter as frases curtas.
  • Palavras simples. Use palavras curtas e fáceis de entender. Os redatores da Apple usam palavras difíceis apenas quando querem impressionar os leitores com informações técnicas sobre o produto.

É como o lendário redator Joe Sugarman sugere:

Prover uma explicação técnica que um leitor pode não entender mostra que nós realmente fizemos nossa pesquisa, e se estamos dizendo que é bom, deve ser bom. Isto torna o comprador confiante de que ele está lidando com um expert.

Resumindo: Use parágrafos curtos, frases curtas e palavras simples (a não ser que você esteja dando uma explicação técnica).

Lição 3 – Use o design para criar interesse

Escrever para a web não se trata apenas de palavras.

Como yin e yang, web design e conteúdo interagem e fortalecem um ao outro. Ambos impactam na legibilidade. Ambos impactam na percepção de quem você é. Ambos podem fazer os seus produtos mais desejáveis.

Os web designers da Apple usam algumas técnicas para criar interesse e encorajar os visitantes a continuarem a ler:

  • Use o espaço em branco para fazer o conteúdo se destacar. Isso ajuda o leitor a não se sentir sufocado e o encoraja a ler o próximo fragmento de informação.
  • Alterne imagens e texto – da direita para a esquerda e vice-versa – para criar interesse.
  • Destaque Calls-to-Action com cores diferentes.
  • Use fontes maiores para direcionar atenção a detalhes específicos do produto. O time da Apple gosta de destacar números para gerar credibilidade.

Lição 4 – Entendendo as regras do texto que leva a altas taxas de conversão

Você precisa seduzir escaneadores a se tornarem leitores. E você precisa convencer os leitores a agirem.

Talvez você queira que seus visitantes cliquem em uma página de produto, assinem sua newsletter ou comprem um produto. Como você pode encorajá-los a dar o próximo passo?

Abaixo, os truques de persuasão usados pelos redatores da Apple:

Truque 1:

Use palavras hipnotizantes, como você, porque, e imagine. Essas palavras convencem porque elas escapam da mente crítica do leitor:

Ex.: Email is fun? On iPad it is. Because you can flick through your inbox. Tap to open attachments. Pinch to zoom. And turn iPad from portrait to landscape to change your view.

Imagine sidesplitting, adventure-filled, must-see flicks produced by you and shot on iPhone 5.

Truque 2: Supere objeções.

Se você quer que seus leitores comprem seus produtos, você precisa superar qualquer razão que eles tenham para NÃO comprar.

Ex.: A Apple percebeu que os consumidores sempre estão preocupados com a duração da carga das baterias:

iPad features a 3.1-million-pixel Retina display and an advanced A6X chip. How much of an effect does that have on battery life? Almost none. You still get up to 10 hours of power to read, watch, play, write, and create whatever you want, all you want.

Truque 3: Apresente provas.

Quando possível, deixe outros te vangloriarem. Mesmo a toda-poderosa Apple mostra os prêmios que recebeu para aumentar sua credibilidade.

Truque 4:

Respeite o estágio do processo de compra em que o seu visitante se encontra. Ele pode não estar pronto para comprar. Para compradores, a Apple sugere que eles vão a uma loja ou acessem a webstore. Mas para aqueles que não estão prontos para comprar, a Apple sugere que eles comparem modelos ou telefonem para tirar suas dúvidas.

Lição 5 – Trate cada página como uma Landing Page

Sua home page oferece o que seus visitantes precisam? Eles conseguem encontrar facilmente o que estão procurando?

Agora, leve em consideração que seus visitantes podem cair em qualquer uma de suas páginas, não apenas na sua home page, e que isso é especialmente verdadeiro se o seu site é bem-estruturado e otimizado para SEO.

É pos isso que cada página requer um título que desperta interesse e rapidamente diz ao leitor o que você tem a oferecer, sua proposta de valor e um call-to-action.

 

Lição 6 – Hipnotize seus leitores com belos textos

Os redatores da Apple entendem a beleza da escrita. Eles enxergam a escrita como arte. Usam técnicas poéticas como ritmo, rimas e repetições para fazer seus textos soarem bonitos, roubarem a atenção e serem memoráveis.

Rimas são uma técnica poderosa. O suave som das palavras que rimam fazem com que seja mais fácil lembrar.

Ex.: iPad isn’t just capable, it’s portable, too.

The world’s largest – and smartest – collection of apps.

Aliteração é a repetição de sons no começo das palavras.

Ex.: A display that’s not just smaller. It’s smarter. (iPad Mini)

Repetição é o re-uso deliberado de uma palavra em uma frase para enfatizá-la.

Ex.: And because it’s so easy to use, it’s easy to love. (iPad Mini)

Ritmo é a repetição de padrões de sílabas tônicas. Uma sequência de frases com ritmo similar podem enfatizar suas afirmações.

Ex.: iPad can be whatever you want it to be. It’s your web browser. It’s your inbox. It’s your favorite novel.

Os textos da Apple incluem, frequentemente, uma curta série de frases estilo “staccato”.

Ex.: Expanded view. See it. Play it. Explore it. (iTunes)

Analogias e metáforas podem ajudar a tornar conceitos abstratos mais claros e concretos.

Ex.: iPhone 5 is made with a level of precision you’d expect from a finely crafted watch, not a smartphone.

Contraste chama a atenção e faz suas afirmações se destacarem.

Ex.: Over 3 million pixels. Less than half an inch thin. (iPad)

 

Lição 7 – Não diga, mostre!

O site da Apple foi criado para inspirar desejo por seus produtos.

Grandes imagens quase fazem você esquecer de que está olhando apenas figuras, e não o produto real. Os produtos são os heróis em cada página.

Acha que seus produtos são tediosos? Abaixo, saiba o que uma lenda da publicidade, David Ogilvy, tem a dizer sobre produtos tediosos:

“Sempre que puder, faça o produto ser o herói da sua propaganda. Se você acha que seu produto é tedioso, eu tenho uma notícia pra você: não existem produtos tediosos, apenas redatores tediosos”.

No site da Apple, mesmo a imagem de um produto “tedioso” como o cooler do Macbook Pro é linda.

cooler do Macbook Pro

O uso de imagens vai além de fotos do produto e vídeos. A Apple usa as imagens para reforçar os recursos. Você conhece um jeito mais poderoso de mostrar como um iPad é fino do que colocá-lo próximo a um lápis?

iPad é fino

 

Dica rápida:

Lembre-se: a maioria das pessoas não lê, e sim escaneia, as páginas web. Corte o número de palavras drasticamente. Onde for possível, use imagens em vez de palavras.

 

A verdade sobre criar conteúdo persuasivo

Eu adoraria dizer que criar conteúdo persuasivo é fácil. Eu adoraria dizer que tudo o que você precisa fazer é seguir algumas fórmulas.

Mas criar conteúdo persuasivo não é apenas escolher as palavras certas, uma fonte com boa legibilidade e ter boas fotos do produto. Você precisa fazer muito mais do que isso.

Combine belas palavras e poderosas imagens para deslumbrar sua audiência. Crie desejo apelando tanto para a emoção quanto para a lógica. Crie uma experiência encantadora para seus visitantes. Porque é assim que você irá conquistar mais negócios.

Fonte: 7 lessons Apple can teach us about persuasive web content

1 comentário até agora

Os 5 erros mais comuns no marketing de conteúdo – Weblocation Criação de site, Marketing Digital e SEOPostado em10:22 pm - jun 28, 2017

[…] inclusive, a leitura desse post em que falo das 7 lições da Apple para conteúdo web. Nele, já o primeiro ponto é “escrever para escaneadores”. Além disso, o post traz […]

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

-->