Se sua postagem bem otimizada não estiver bem classificada, qual será o problema? O problema é que seu site não está no Google ou algo está errado? O que está impedindo seu conteúdo de alcançar a cobiçada primeira posição? Nesta postagem, discutiremos dez possíveis motivos pelos quais sua página não está se classificando, embora esteja bem otimizada.

Os possíveis problemas que você pode ter foram divididos em quatro seções listadas abaixo:

Se você não tiver certeza de onde está o problema, você também pode executar uma rápida auditoria de SEO para ver se esqueceu algo.

Problemas de indexação e rastreamento

Todos os primeiros pontos da lista tratam de problemas de indexação e rastreamento. Simplificando, você não pode classificar se sua página ou site não estiver no Google em primeiro lugar.

1. Seu site / página não está no Google

Se não tiver certeza se seu site está no Google ou não, você pode verificar usando o site:operador de pesquisa do Google.
Digite site:seusite.com.br e você verá uma lista com suas páginas encontradas no Google. Se você digitar o URL completo de um artigo específico por exemplo, verá apenas um retorno de resultado de pesquisa. Se você vir suas páginas, isso significa que o Google sabe sobre seu site e colocou pelo menos parte dele em seu índice. Depois de descobrir que sua página está no índice, mas você acha que ela não está apresentando um bom desempenho, convém se aprofundar.

Seu site página não está no Google
O operador site: search ajuda você a encontrar seu site no índice do Google

2. Seu site / página ainda é muito novo

Se o seu site ou página for novo, pode ser simplesmente uma questão de relaxar e verificar novamente em alguns instantes. Existem muitas etapas no processo de rastreamento, indexação e classificação de seu conteúdo. Às vezes, pode levar dias ou até semanas para o Google concluir seu processo de descoberta de uma página ou site.

Como corrigi-lo

Se você verificar que seu site ainda não está no Google, pode ser preciso enviar o sitemaps gerado para ajudar o Google a descobrir seu site e suas páginas.
Para isso você pode usar a ferramenta do próprio Google: Google Search Console, para enviar os sitemaps, inspeção de URLs, descobrir o desempenho de páginas específicas.

No Search Console, você também pode usar a ferramenta de inspeção de URL para descobrir o desempenho de páginas específicas para ver exatamente como o Google rastreia e visualiza o seu site.

3. Seu conteúdo não é indexado

Um dos motivos mais comuns para o Google não indexar seu site ou uma página específica é porque ele, inadvertidamente, não foi indexado.

Adicionar metatags de robôs noindex a uma página informa ao Googlebot que ele pode rastrear uma página, mas que os resultados não podem ser adicionados ao seu índice.

Como você pode verificar se sua página não está indexada?

Isso é fácil, basta abrir a página e visualizar o código-fonte. Em algum lugar no cabeçalho da página, você encontrará o código abaixo. Isso informa aos rastreadores do mecanismo de pesquisa que o conteúdo da página não deve ser adicionado ao índice e, portanto, evita que seja classificado.

<meta name="robots" content="noindex">

4. Seu site / página está bloqueando o Google com o robots.txt

Você pode ter dito ao Google para não indexar seu conteúdo, mas também é possível que você tenha dito ao Google para não rastrear seu site de forma alguma!

Bloquear rastreadores em um arquivo chamado robots.txt é uma maneira infalível de nunca obter tráfego.
Bloquear robôs é mais fácil do que você imagina. Por exemplo, o WordPress tem uma configuração de Visibilidade do mecanismo de pesquisa que uma vez definida para desencorajar os mecanismos de pesquisa de indexar este site faz o possível para manter os rastreadores fora.
Desmarque esta opção para disponibilizar seu site novamente.

bloqueando o Google com o robots.txt

Do WordPress 5.3 em diante, o WordPress usa a abordagem noindex descrita no item 3. para lidar com a indexação de sites por meio da configuração de Visibilidade do mecanismo de pesquisa.
Essa mudança foi necessária porque o Google às vezes ainda indexava as páginas que encontrou.

Além de dizer ao WordPress para bloquear os mecanismos de pesquisa, pode ser que outros problemas técnicos gerem erros de rastreamento, impedindo o Google de rastrear corretamente o seu site.

O servidor da web do seu site pode estar funcionando incorretamente e apresentando erros do servidor ou bits buggy de JavaScript no seu código que desarma o rastreador. Certifique-se de que o Google pode rastrear facilmente o seu site facilmente.

Como corrigi-lo

Se o seu arquivo robots.txt está impedindo o Google de rastrear o seu site ou partes dele, e você deseja alterar isso, será necessário editar o arquivo robots.txt manualmente.

5. Você não está se classificando porque seu site tem problemas técnicos

Seu site precisa atender a determinados benchmarks técnicos se você pretende se classificar no Google!
A velocidade de carregamento, ou a rapidez com que suas páginas carregam, é um fator importante. A segurança também é importante e isso não é tudo. 

Se a sua postagem não aparecer nos mecanismos de pesquisa, problemas técnicos podem estar impedindo que ela apareça nos resultados da pesquisa completamente. Você pode ter plug-ins conflitantes causando problemas, e também vimos alguns temas que realmente impedem o Google de indexar o seu site.

Como corrigi-lo

A correção de que você precisa dependerá dos problemas técnicos que seu site está apresentando, e não podemos cobrir tudo aqui. Você pode querer verificar os seguintes pontos:

  • Certifique-se de que todas as configurações dos plugins de SEO estão corretas
  • Verifique se você está fazendo as coisas da maneira certa para manter o tempo de carregamento baixo
  • Certifique-se de que seu site esteja configurado para https e seus certificados de segurança estejam atualizados
  • Verifique se seus plug-ins e / ou tema estão atualizados e não estão causando problemas.

Se tudo estiver certo com seu SEO técnico e seu site estiver indexado, você precisará pesquisar um pouco mais para descobrir qual é o problema!

6. Você está sendo penalizado por quebrar as regras de SEO

Se o Google detectar que você está usando técnicas de SEO duvidosas que não são permitidas. Por exemplo, táticas furtivas como comprar links ou inserir palavras-chave em um texto oculto sua página ou site. Certamente você pode ser penalizado.

Quando você se esforça para criar um bom site com conteúdo de qualidade, é contraproducente tentar. Mesmo quando tudo o que está em sua página está perfeito, se você estiver fazendo algo que o Google não permite, você terá problemas de classificação ou mesmo de aparecer nos resultados de pesquisa do Google.

A maioria dessas coisas é de bom senso, então, se você não está tentando enganar o Google ou enviar spam, provavelmente não precisa se preocupar.

No entanto, existem algumas coisas que costumavam ser uma prática comum em SEO e que agora podem levar a penalidades graves.

Pesquise mais sobre exemplos de práticas ruins de SEO a serem evitadas.

Como corrigi-lo

Você pode verificar se o Google sinalizou sua página por ter esses tipos de problemas na guia Ações manuais no Google Search Console (GSC).
Se você encontrar um problema na guia Ações manuais, poderá consultar este artigo de ajuda para saber mais sobre o que isso significa e como corrigi-lo.

Problemas de vinculação que afetam a classificação

Ter uma boa estrutura de links internos e backlinks de qualidade são importantes se você deseja ter uma classificação elevada. O Google rastreia a web, seguindo cada link que encontra, portanto, se seus links estiverem faltando, isso pode causar problemas de classificação.

7. Seu site não possui uma estrutura interna de links adequada

Outra razão pela qual seu conteúdo não aparece nos resultados de pesquisa: uma parte crucial de sua estratégia de SEO não está em ordem. Não subestime a importância da estrutura do site, a estrutura de links internos para sua estratégia de SEO.

Ter uma estrutura de site clara leva a uma melhor compreensão do seu site pelo Google. Se sua estrutura de links internos for ruim, as chances de classificação alta são menores, mesmo quando seu conteúdo é bem otimizado e incrível. 

Como corrigi-lo

Comece a adicionar esses links!
Certifique-se de que suas postagens e páginas importantes tenham a maioria dos links internos para elas. Mas não adicione links aleatoriamente: certifique-se de adicionar links relevantes e relacionados que agreguem valor para seus usuários.

8. Existem alguns backlinks para o seu site

Se você apenas começou com seu site, seu conteúdo não será classificado instantaneamente. Nem mesmo se você otimizou tudo perfeitamente.
Para poder classificar, você precisará de alguns links de outros sites. Afinal, o Google tem que saber que seu site existe.

Como corrigi-lo

Criar conteúdo incrível é uma boa maneira de obter links para suas páginas. Conteúdo de alta qualidade tende a atrair cliques de leitores que também podem compartilhar o conteúdo em toda parte por meio das mídias sociais.

Tudo isso ajuda a obter esses links. Claro, você pode fazer mais para obter links de uma forma natural e sem spam.

Para obter mais backlinks, você pode entrar em contato com outros sites. Você precisará fazer algumas relações públicas ou link building.

Peça-lhes para mencionar o seu site ou falar sobre o seu produto e criar um link para o seu site. Você também pode usar as redes sociais para espalhar seus! 

Problemas de conteúdo e palavras-chave que afetam a classificação

Se tudo o mais estiver como deveria ser em termos de SEO, o motivo pelo qual sua página ou site não está no ranking pode estar relacionado ao seu conteúdo ou palavras-chave.

9. Sua página é ótima, mas há muita concorrência

Na maioria dos casos, o motivo pelo qual uma página não se classifica é que simplesmente há muita concorrência.
Se você otimizar seu conteúdo para palavras-chave e frases-chave competitivas, como [comportamento do gato], [robô aspirador de pó] ou [corretor de imóveis], há grandes chances de você não se classificar para esse termo. 

Para descobrir se esse é o problema, verifique as páginas de resultados da sua palavra-chave. Nela existem sites de alta autoridade, como Wikipedia ou Amazon, dominam a primeira página?

Você vê muitos sites que já se firmaram neste nicho? Provavelmente, seu site não tem a autoridade que esses outros sites têm, ao menos por enquanto. 
Portanto, você pode otimizar o quanto quiser, mas, infelizmente, isso não é o suficiente para ter uma boa classificação nos resultados de pesquisa se o seu nicho for muito competitivo.

Como corrigi-lo

Se você deseja classificar para termos altamente competitivos, você deve tentar uma estratégia de palavras-chave de cauda longa.

Escreva conteúdo que tenha como alvo palavras-chave e frases de cauda longa antes de abordar as palavras-chave competitivas. Se esses artigos de cauda longa começarem a ser classificados, você também poderá classificar em termos mais competitivos.

Essa estratégia requer esforços de longo prazo, mas no final valerá a pena.

10. Conteúdo de baixa qualidade ou tipo errado de intenção

Uma última coisa que pode ser o motivo pelo qual seu conteúdo não está classificado: ele não corresponde à intenção das pessoas que procuram sua palavra-chave.

A intenção de pesquisa está se tornando um fator cada vez mais importante para os mecanismos de pesquisa nos dias de hoje: as pessoas querem comprar algo, acessar um site específico ou estão procurando informações? Mesmo que você tenha como alvo uma frase-chave de cauda mais longa, se o seu conteúdo não corresponder à intenção dominante dos pesquisadores, é provável que os mecanismos de pesquisa não o mostrem nos resultados porque não será o que as pessoas estão procurando.

Vejamos alguns exemplos.
Digamos que você seja um treinador de cães que deseja se classificar para serviços de treinamento de filhotes, então você otimiza para [treinar seu filhote], com a intenção transacional em mente. Mas se você olhar os resultados da pesquisa, verá que existem vídeos informativos, e todos os resultados explicam como treinar um cachorro sozinho. Portanto, os pesquisadores realmente têm uma intenção informativa. Isso pode funcionar ao contrário também. Se você escreveu um guia passo a passo para seu blog sobre como fazer sua própria decoração de jardim, com o objetivo de classificar para [decoração de jardim de guirlanda de flores], pode ter problemas para classificar esse termo se as pessoas apenas quiserem comprá-lo, não fazem isso sozinhos.

Vejamos alguns exemplos

Lembre-se de que nem todo termo de pesquisa possui um tipo de intenção dominante. Além disso, não é impossível classificar com conteúdo para diferentes intenções. Ainda assim, pode valer a pena examinar isso se o seu conteúdo otimizado não estiver classificado nos motores de busca.

Como corrigi-lo

Infelizmente, você não tem o poder de mudar a intenção dos usuários do mecanismo de pesquisa. Mas você pode adaptar sua estratégia de conteúdo.

Se o seu conteúdo otimizado não é uma classificação, dê uma boa olhada nos resultados da pesquisa use o modo privado e analise o que você vê.
É um tipo específico de resultado dominante? Existem imagens ou vídeos? Quais consultas relacionadas são mostradas? É aqui que estão as suas oportunidades.

Se você encontrar uma intenção principalmente informativa para uma consulta, poderá escrever conteúdo sobre isso para levar as pessoas ao seu site, estabelecer sua marca como uma fonte confiável de informações e ficar na memória quando as pessoas quiserem comprar algo.

Se você encontrar muitas imagens nos resultados da pesquisa, pode precisar se concentrar mais no SEO de imagens. Leve em consideração o que você vê nas páginas de resultados ao determinar sua estratégia de SEO.

O conteúdo otimizado ainda não está classificado?

Existem vários motivos que podem impedir a classificação de uma postagem. Você otimizou sua postagem corretamente? Então, a causa mais comum é provavelmente que a competição em um nicho é muito feroz. Infelizmente, o SEO é uma estratégia de longo prazo. Você precisa trabalhar muito e ser paciente.

Nesse ínterim, há muitos outros aspectos do SEO (estrutura do site, link building) que você pode resolver. Tente se concentrar em todos os aspectos da otimização de sites, tente obter o melhor resultado. Isso vai render muitos frutos eventualmente!

Precisando de ajuda? É só falar com a gente!